Pedal Verde Eleitoral

Esse mês o pedal verde coincide com o segundo turno. Sendo assim remarcamos o horário para as 10h da manhã ali na casa do Agrônomo no Viveiro Manequinho Lopes (mapa aqui).

Resolvemos fazer bombas de sementes

RECEITA BÁSICA (Seed Balls, por Masanobu Fukuoka)

INGREDIENTES:
5 partes – terra argilosa peneirada (de preferência vermelha);
3 partes – composto (de planta, não incluir esterco animal);
1 parte – coquetel de sementes SECAS (procure incluir uma boa variedade, incluindo sementes de adubacão verde – feijao guandu – frutiferas, arbustos, legumes, etc.);
1 a 2 partes – água.

INSTRUÇÕES:
Adicionar o composto às sementes e misturar bem;
Adicionar a terra às sementes + composto e misturar até que esteja homogêneo;
Adicione a água passo-a-passo até que as bolas possam ser feitas, num diâmetro de até 1,5 cm (de preferência);
Secar as bolas de sementes à sombra, entre 1 a 2 dias;
Pronto! As bolas podem ser usadas imediatamente, ou armazenadas em local seco para uso posterior;
Para usar, simplesmente coloque ou jogue as bolas sobre a superfície, sem enterrá-las. Se possível escolha lugares onde a grama (quando houver) esteja bem baixa. Deixe-as sobre a terra até que a chuva as umedeça e inicie o processo…
Com a chegada da chuva a cobertura de terra se desfaz e as sementes começam a germinar. O composto por sua vez fornece aquela carga extra de energia à semente recém-brotada, e parte ao solo que vai receber a nova vida.
Depois de prontas as bombas, acreditamos que isso será perto das 12h, pedalaremos, para um pic nic, até a praça Homero Silva, perto da av Pompéia. No caminho semearemos nossas bombas de esperança por uma cidade melhor. No fundo não é isso que fazemos ao votar?

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Próximo Pedal Verde

Pedal da Primavera

Verônica Mambrini na Dr. Arnaldo

Queridos amigos do Pedal Verde!!!

Chegou o tão esperado final do mês e de nosso encontro mensal e com ele a entrada da Primavera!!!!
Vamos nos encontrar, conversar , jogar sementes de Girassol, fazer BOLOTAS de Sementes e jogar nos canteiros mais acinzentados e curtir uma Primavera bem colorida!!!

Vamos aproveitar e colocar junto aos berços das árvores que serão plantadas, algumas das mensagens que foram escritas para as árvores e para um mundo melhor!!!

Faremos essa linda comemoração da Primavera na Praça Miriam de Barros e rever as árvores que foram plantadas, por isso quem tiver fertilizante ou poder compartilhar uma aguinha com elas será muito bem vindo!!!!

Praça Miriam de Barros!!!
http://maps.google.com/maps?hl=pt-PT&tab=wl

Vamos nos encontrar com o grupo no Viveiro Manequinho Lopes – Parque do Ibirapuera – Portão 7A a partir das 8h30 e as biciletas saem para plantar e cuidar do verde da cidade às 9h – 9h30.

Vamos nessa, comemorar a Primavera!!!
No final faremos um Picnic gostoso com petiscos e bebidinhas leves!!!
Tragam suas cangas e redes!!!
Até lá!

Deixe um comentário

Arquivado em Próximo Pedal Verde

Agosto do Xingu

Este mês o Pedal verde irá para a Praça Orlando Vilas Boas, uma agradável praça criada na Vila Leopoldina sobre um espaço que manipulava parte do lixo da cidade. Apesar de ser uma mudança simbólica essa de lixões e estações de transbordo em parques e praças, nossa cidade ainda se encontra a anos luz de uma gestão descente de seus resíduos. Sucintamente:

Encontro: Viveiro Manequinho Lopes (na casa dos Agrônomos)

Horário: 9h

Um pouco mais sobre o Orlando e o Xingu:

Orlando e seus irmãos participaram da expedição roncador xingu, que tinha por objetivo desbravar o meio oeste Brasileiro. Lá foram eles e com o lema de Marechal Rondon na cabeça: “Morrer se preciso, matar jamais.” Este instalou linhas de telégrafos em 1914 pelo Oeste Brasileiro e com Ascendência indígena não admitia um confronto armado com estes ao surgirem conflitos entre as partes durante a instalação das linhas telegráficas. Com esse mote os irmãos Vilas Boas se aproximaram da realidade indígena e se afeiçoaram a ela.

Assim passaram a defender a criação de um grande parque, um espaço geográfico que permitisse que aquele modo de vida pudesse se manter. Em meio a corrida para o oeste onde centenas de milhares de indígenas foram exterminados em busca da posse da terra a luta pela manutenção de um território como esses não foi tarefa simples e muitas vezes lhe rendeu enormes inimizades. Mesmo assim os irmãos se mantiveram firmes na luta pela defesa daquelas pessoas que mantinham, e em grandes traços ainda mantém, uma vida muito diferente daquela que nós urbanizados cultivamos ter. Uma vida alegre com festas comunitárias, musicas e responsabilidades compartilhadas.

Uma dessas responsabilidades compartilhadas é o cuidado com as crianças. Orlando, que foi o irmão que mais escreveu, conta de um episódio em que se banhando no rio acompanhado de uma criança mergulha e ao levantar percebe que a criança não está mais por perto. Entra em desespero e começa a mergulhar mais e buscar a criança que com ele estava. Então num momento já de desesperança percebe a criança na margem do rio, voltando para a água. Se acalma e pergunta para a criança onde estivera, ela responde que foi fazer xixi. Então ele pergunta por que saíra do rio para isso e a criança lhe responde que não é permitido urinar no rio, pois isso fere a alma do grande rio. Com esse episódio Orlando retrata o cuidado com a água e o meio ambiente que pode não ter uma base cientifica, mas que têm um forte papel no imaginário destes povos tradicionais que habitam a região.

Hoje está em curso a construção de uma barragem nas cabeceiras do xingu, a famosa belo monte, que têm divergências grandes em relação ao seu potencial de fornecimento de energia. Dizem alguns que essa barragem só está saindo por causa do dinossauro Sarney, uma espécie digna de extinção que ainda caciqueia parte da politicagem nacional. Essa barragem têm por objetivo manter um modo de vida aos quais os povos tradicionais começam a se acostumar, internet, tv, espremedor de laranjas e por ai vai… Grande parte dos arredores do parque já estão desmatados, vide fig:

Salve a água boa do Xingu ou http://www.yikatuxingu.org.br/ numa das línguas locais é uma campanha que busca uma compreensão sobre a questão dessas águas.

Até amanhã!

1 comentário

Arquivado em Próximo Pedal Verde

Pedal de Julho

coruja

O pedal verde de Julho será na praça das corujas, Vila Beatriz, próximo a rua Natingui. Para saber mais sobre a praça clique na imagem acima (mapa aqui).

A saida será do viveiro manequinho Lopes, ali na casa do Agrônomo, às 9:30.

Legal levar água, protetor solar, algo de comer, uma muda que tenhas em casa, uma rede, um par de raquetes ou uma peteca e principalmente disposição pra fazer da nossa cidade um lugar melhor de se viver!

Deixe um comentário

por | 25 de julho de 2012 · 22:33

Pedal Verde Junino

Pra pedalar num lugar como esses precisamos de árvores, bora plantar?

Esse é o mês das comida boa sôh e o Pedal Verde não pode ficar de fora!!

Neste último domingo vâmo fazer um pic nic de Festa Junina e cuidá de nossas plantinhas na Praça Miriam de Barros.

Lá já temos bastante mudinhas plantadas, agora é hora di vê se elas tão bem!
E aproveitamos também pra comer bastante, porque a gente precisa de energia neh!!

Quem quisé pode ir se incontrá no Viveiro Manequinho Lopes as 9:30 e quem quisé pode ir direto para a praça

Bora ir de pedal, a pé, de busão ou du que vocês quiserem!!
O importante é ir e se divertir

Vamo que vamo!!!

Deixe um comentário

Arquivado em Próximo Pedal Verde

Domingo dia 27

 
O Coletivo Urbano Pedal Verde convida todos para o maior plantio de mudas realizado pelo grupo.

Este mês nossa meta é plantar 100 árvores no último domingo (27) no Parque do Carmo.

O Parque possui o projeto de plantio de 60.000 mudas de espécies nativas, para aumentar sua biodiversidade e 1.000 mudas de cerejeiras, com a meta de se transformar no parque com maior número de cerejeiras plantadas de todo o mundo, além do Japão.

Em vista do número de espécies a serem plantadas, o trabalho do Coletivo será pequeno, contudo extremamente importante para aumentar a área verde de São Paulo.

Todavia, para podermos chegar em nossa meta, precisamos de uma grande mobilização de todas as comunidades, tanto das pessoas que moram próximas ao parque, quanto de todas que moram longe mas que possam e tenham vontade de ajudar. Afinal quando falamos em qualidade de vida e área verde não existe divisões de bairros, todos somos beneficiados pelos recursos da natureza.

O ponto de encontro será no Viveiro Manequinho Lopes (Parque do Ibirapuera) as 9:30.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Pedal Verde e Rios e Ruas

Rios e Ruas no Pedal Verde de 29/04!
O Pedal Verde sairá do Viveiro Manequinho Lopes [Pq Ibirapuera], rumo a Av. Pirajussara, onde fará um plantio de árvore no local onde faleceu o ciclista Sr. Lauro Neri, no último dia 03/04.
O trajeto percorre boa parte da bacia do médio Rio Pinheiros, atravessando o curso de diversos riachos e ribeirões da margem direita e seguindo por todo baixo curso do Ribeirão Pirajussara, possibilitando ver [ e sinalizar!] vários de seus afluentes que ainda correm a céu aberto.
Na volta ainda faremos um plantio de árvores seguido de picnic no Pq Luis Carlos Prestes.
Venha participar também!

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized