Arquivo da tag: cidade de São Paulo

Pedal Verde na Horta Comunitária da Vila Anglo

pedal verde
Vamos lá? É só chegar… O Pedal Verde vai sair da Praça do Ciclista [Paulista x Consolação] às 14h30 em direção a Horta Comunitária da Vila Anglo [http://goo.gl/maps/nIkj8]. Dando sequência a série “hortas urbanas’ – depois da Horta das Corujas e da Vila Pompéia – vamos participar do grande mutirão programado para este sábado na horta da Vila Anglo.
Foram organizadas pelo grupo que estava presente no mini-mutirão do dia 20/04 as seguintes frentes de trabalho:
+ Cerca (responsáveis: Ricardo e Raimundo – 18m / 2 polegadas tubo, 14m de tela
+ Horta espiral/mandala (responsáveis: Barbara, Daniel e Radomiro)
+ Quadro de identificação das especies e respectivas propriedades (responsáveis: Dominique, Barbara e Fabio)
+ Viveiro de Mudas (responsáveis: Barbara, Dominique, Raimundo, Ricardo e Fabio)
+ Muro com Grafites (responsáveis: Fabio e Ricardo)
+ Sementeira (responsáveis: Barbara e Daniel)
+ Terra (responsáveis: todos)
+ Ferramentas (responsáveis: todos)
+ Mudas (responsáveis: todos)
+ Convite aos vizinhos (responsáveis: Caru e Fabio)
+ Campanha para todos trazerem Terra e Mudas (responsáveis: todos)[Obs: lembrando que como são ideias e planos pensados coletivamente e existem outras pessoas envolvidas na Horta Comunitária, alem de tantas outras pessoas que eventualmente vão se juntar ao grupo, estes planejamentos e direcionamento são dinâmicos, podendo ser alterados em acordo com as necessidades e novas ideias que forem surgindo ao longo do tempo]

Evento no livro de caras: http://www.facebook.com/events/165259116969417/?ref=3

1 comentário

Arquivado em Agenda, Próximo Pedal Verde

Pedal Verde de Março

Foto:Alexandre do Carmo Cheque

Foto:Alexandre do Carmo Cheque

Os Pedais verdes de Janeiro e Fevereiro foram na Praça do Ciclista e na Praça das corujas respectivamente.  Seguindo essa idéia de fazer pedais conjuntamente com outros grupos nesta vez iremos junto com coletivo Rios e Ruas até o córrego da água Preta.  Mais infos clique aqui.

Data: sábado, 30/03
Local de encontro: Praça (e horta) do Ciclista, Paulista X Consolação
Horário: 14h – concentração; 14h30 – saída
Traga algo para contribuir com um pic nic coletivo na horta!

 

1 comentário

Arquivado em Próximo Pedal Verde

Pedal da Primavera

Verônica Mambrini na Dr. Arnaldo

Queridos amigos do Pedal Verde!!!

Chegou o tão esperado final do mês e de nosso encontro mensal e com ele a entrada da Primavera!!!!
Vamos nos encontrar, conversar , jogar sementes de Girassol, fazer BOLOTAS de Sementes e jogar nos canteiros mais acinzentados e curtir uma Primavera bem colorida!!!

Vamos aproveitar e colocar junto aos berços das árvores que serão plantadas, algumas das mensagens que foram escritas para as árvores e para um mundo melhor!!!

Faremos essa linda comemoração da Primavera na Praça Miriam de Barros e rever as árvores que foram plantadas, por isso quem tiver fertilizante ou poder compartilhar uma aguinha com elas será muito bem vindo!!!!

Praça Miriam de Barros!!!
http://maps.google.com/maps?hl=pt-PT&tab=wl

Vamos nos encontrar com o grupo no Viveiro Manequinho Lopes – Parque do Ibirapuera – Portão 7A a partir das 8h30 e as biciletas saem para plantar e cuidar do verde da cidade às 9h – 9h30.

Vamos nessa, comemorar a Primavera!!!
No final faremos um Picnic gostoso com petiscos e bebidinhas leves!!!
Tragam suas cangas e redes!!!
Até lá!

Deixe um comentário

Arquivado em Próximo Pedal Verde

Triângulo das Grumixamas

Pra quem não conhece, essas são as frutas das grumixamas;

Começando pelo fim, plantamos três destas árvores no canteiro central da Avenida Gastão Vidigal, pouco antes da entrada do Ceasa.

Saímos como de costume pouco depois das 9h do viveiro, depois de consertar o pneu da Caren que havia furado e deixou a bem brava :)

No caminho a cidade estava calma e os motoristas até que gentis, quando saímos da ciclofaixa de lazer um de nós gritou; liberdade! Anda bem cheia a tal ciclofaixa, deveriam fechar a rua como um todo, ai o Joaquim poderia ir fora do caixote!

Até por que essa idéia de segregar as bicis num cantinho têm sido um tanto falha em nossa cidade, e não têm como deixar de ser pois não precisamos de uma via exclusiva, precisamos respeito. E pra isso acontecer é só a CET multar quem passa a menos de 1,5 metros de um ciclista ameaçando-o. A lei tá ai, precisa apenas ser cumprida.

Seguimos:

Chegando ao local fomos logo plantando o grupo de grumixamas, um triângulo para que possam ser esticadas redes ali.

E como de costume a conversa foi estendida, e as pessoas se espalharam pelas sombras conversando sobre o triste episódio de Porto Alegre e outras questões que borbulhavam em seus corações.

O Ronaldo trouxe seu sobrinho que deu uma volta de bici conosco também, e trouxe o gostoso sentimento de que essas crianças apaixonadas por bicicletas poderão melhorar muito a cara de nossa cidade!

4 Comentários

Arquivado em Diário do Pedal

Pra começar o ano, Pizza!


Para começar o ano, convidamos quem quiser, a sentarmo-nos ao redor de uma mesa. Pensar um pouco as ações, em como encorajar que outras cidades promovam pedais verdes e degustar uma boa pizza.  Pensamos num local verde e nos veio a idéia de irmos ao Graminha.

Quando: na sexta dia 14/01/2011 a partir das 20:30h.

Onde: Rua Medeiros de Albuquerque, 256 – Vila Madalena

A bicicleta têm tudo haver com árvore. Pedalar debaixo das copas das árvores é muito mais agradável que com sol a pino. Integrar a bicicleta nas cidades como meio de transporte deve ser coordenado também com os responsáveis pelo plantio e manutenção de áreas verdes.  Árvores, plantas em geral possibilitam um uso mais agradável desse meio de transporte. Vide esse exemplo, trepadeiras bem cuidadas ao longo de anos formaram um túnel, é um ar condicionado natural.

4 Comentários

Arquivado em Agenda

Outubro, bom pra cachorro!

Pessoal antes da saída; conversando e carregando as bicis.

Na saída a Ju encontrou com o ipê, e pra convencê-la a seguir? Que trabalheira.

Pelo caminho os especialistas em árvores conversavam, mostravam para nós outros participantes, as érvas de passarinho, que dominavam certas copas. Que deveriam ser removidas por prejudicarem a árvore, mas não o são. Talvez por o amor as plantas ainda não ser tão disseminado quanto gostaríamos. As pessoas parecem só se lembrar delas quando querem estacionar na sombra.

Na praça Amundsen, a praça dos cachorros em frente ao vila lobos, o Nick e o pessoal logo começou a preparar os berços.

Ao chegarmos a surpresa da companhia do casal que foi diretamente para lá, junto de sua "fera" catadora de bolinhas. Ficamos sabendo que os seus amigos cães já não podem andar livremente. Pena, como nos humanos deveríamos avaliar quem pode ou não andar livremente de acordo com sua conduta, e não mantê-los presos a priori. Nesse dia de eleição podemos até ter outra idéia de quem deve ser preso a priori, preso por certas normas de conduta ao ser nomeado representante dos interesses da sociedade.

Depois de plantadas as mudas ainda ganharam um murro de contenção de água ao redor do berço e um cuidado da Cyra com a poda de brotos. Cortando os, principalmente os que se direcionam para o interior da copa, ajudamos a fortalecer as raizes nesse momento inicial de adaptação.

Diz ai... esse pedal foi bom pra cachorro!

2 Comentários

Arquivado em Agenda

16°Pedal no parque Luis Carlos Prestes

Logo no inicio tivemos de parar para fotografar esse belo tapete de florês de ipê!!

Fomos recebidos de braços abertos pela Isa, de camiseta laranja e blusa preta, administradora do parque. Nos falou de como o parque surgiu por reivindicação popular dos moradores do entorno.

A crianças aceitaram o convite e ajudaram e de cara ajudaram a plantar a primeira muda.

Com cuidado adicionaram ao berço da muda um isotônico proveniente da compostagem caseira que a Lilia e o Anderson preparam em seu apartamento. Assim reduzem seus resíduos que o caminhão levará, e ainda dão uma força pras novas árvores da cidade que escolheram pra viver.

Na mata vimos as pessoas cavando, carregando ferramentas e mudas.

Esta estufa é feita com uma estrutura de bambu, bambu que vêm dali mesmo do viveiro!

Esse é um exemplo de um kit levado pelo pessoal pra pedalar. Não duvido que dentro da mochila tenha algo de comer e beber, vira e meche aparecem durante o trabalho. Talvez um filtro solar e/ou capa de chuva também.

O rosto do casal mostra como é bom fazer algo que faz sentido.

Depois de cavar nada como uma conversa alegre na escada.

E o pessoal vai chegando, conversando, sentando até que os últimos que estão perdidos na mata têm que ser chamados para fazer uma foto coletiva de mais um belo domingo.

E aí Joel, qual o resultado desse trampo ai?

Deixe um comentário

Arquivado em Diário do Pedal